domingo, agosto 24, 2014

Silêncio Interno

Achei este texto interessante, não me lembro onde, escrito em espanhol. Desconheço o autor. Resolvi traduzir para português e colocar aqui. Penso que poderá ajudar os leitores a encarar a vida com mais presença de espírito...

A Sabedoria do Silêncio Interno 
(Texto Taoísta)


Fala só quando for necessário.
Pensa no que vais dizer antes de abrir a boca.
Sê breve e preciso já que cada vez que deixas sair uma palavra,
Deixas ao mesmo tempo sair uma parte do teu "Chi".  

Desta maneira aprenderás a desenvolver a arte de falar sem perder energia.
-----------

Não te lamentes nem uses no teu vocabulário
Palavras que projectem imagens negativas
porque ocorrerá em torno de ti
tudo o que criaste com as tuas palavras carregadas do "Chi". 

Se não tiveres algo de bom, verdadeiro e útil a dizer,
é melhor calares-te e não dizeres nada.
---------------

Aprende a ser como um espelho: Escuta e reflecte a energia.
O próprio Universo é o melhor exemplo de um espelho
que a natureza nos deu,
porque o Universo aceita incondicionalmente os nossos pensamentos,
as nossas emoções, as nossas palavras,
as nossas acções e nos envia o reflexo de nossa própria energia
segundo as diversas circunstâncias
que se apresentam na nossa vida.
 -------------

Se te identificas com o sucesso, serás bem sucedido.
Se te identificas com a fracasso, terás fracassos. 
Assim podemos ver que as circunstâncias que vivemos
são apenas manifestações externas
do conteúdo da nossa fala interna.
 ------------

Aprende a ser como o Universo,
a escutar e a reflectir a energia
sem emoções pesadas e sem preconceitos.
Porque sendo como um espelho sem emoções
nós aprendemos a falar de outra maneira.
 ---------------

Com o poder mental calmo e em silêncio,
sem oportunidade de se impor
com as suas opiniões pessoais
e evitando reacções emocionais excessivas,
simplesmente permite uma comunicação sincera e fluida.
  ------------------------

Não te dês muita importância, e sê humilde,
porque quanto mais te mostras superior,
inteligente e prepotente,
mais te tornas prisioneiro da tua própria imagem
e mais vives num mundo de tensão e de ilusões. 


------------------------------

Não compitas com os outros, torna-te como a terra
que nos alimenta, que nos dá o que necessitamos.
Ajuda os outros a perceber as suas qualidades,
A perceber as suas virtudes, a brilhar.
---------------------

O espírito competitivo faz o ego crescer
e cria conflitos inevitavelmente. 

Tem confiança em ti mesmo,
preserva tua paz interna
Evitando entrar nas provocações
e nas armadilhas dos outros.
------------------

Nunca faças promessas que não possas cumprir.
Não te comprometas facilmente.
Se ages precipitadamente
sem tomares profunda consciência da situação,
Vais criar complicações.  

As pessoas não têm confiança em quem diz muito facilmente “sim”,
porque sabem que esse famoso “sim” não é sólido e que lhe falta valor.
 --------------

Toma um momento do silêncio interno
para considerar todos os aspectos da situação presente
e toma as tuas decisões depois disso.

Assim desenvolverás a confiança em ti e a sabedoria.
--------------------------

Se realmente houver algo que não sabes,
ou se não tens a resposta a uma pergunta que te fizeram, aceita-o. 

O fato de não se saber é muito incomodo para o ego
porque ele gosta de saber tudo, ter sempre razão
e dar sempre a sua opinião muito pessoal.  

Na realidade, o ego não sabe nada,
apenas crê que sabe.
 --------------------

Evita julgar e criticar,
o Tao é imparcial e sem julgamentos,
não critica as pessoas,
tem uma compaixão infinita e não conhece a dualidade.

Sempre que julgas alguém
a única coisa que fazes é expressar a tua opinião muito pessoal
e é uma perda da energia,
é puro ruído. 

Julgar é uma maneira esconder nossas próprias fraquezas.
A pessoa sábia tolera tudo e não dirá nem uma palavra.
-------------------

Recorda que tudo que te incomoda nos outros
é uma projecção de tudo o que
ainda não resolveste em ti mesmo  

Deixa que cada um resolva os seus próprios problemas
e concentra a tua energia na tua própria vida.
Ocupa-te de ti mesmo, não te defendas.
 --------------

Quando fazes por defender-te
Na realidade estás a dar demasiada importância
às palavras de outros
e dás mais força ao agressor. 

Se aceitas não te defender, mostras
que as opiniões dos outros não te afectam,
Pois não passam de opiniões
e que não necessitas de convencer os outros para seres feliz.
----------------------

Sê discreto, preserva tua vida intima
 Desta maneira livras-te da opinião dos outros
E viverás tranquilo, tornando-te
invisível, misterioso, indefinível,
insondável como o Tao.

O teu silêncio interno torna-te impassível.
Faz regularmente o jejum da palavra para educares o teu ego
que tem o mau costume de  falar todo o tempo
  ---------------------

Pratica a arte de não falar.
Tira um dia da semana para te absteres de falar.
Ou pelo menos umas horas do dia
de acordo com o que permitir a tua organização pessoal.
É um exercício excelente para conhecer
e aprender o universo do Tao ilimitado
em vez de tentar explicar por palavras o que é o Tao. 
-------------------

Progressivamente desenvolverás a arte de falar sem falar
e a tua natureza interna verdadeira
substituirá a tua personalidade artificial,
deixando aparecer a luz de teu coração
e o poder da sabedoria do silêncio.
 ------------

Graças a esta força atrairás para ti tudo o que necessitas
para realizar-te e libertar-te completamente. 

Mas é preciso cuidar que o ego não se imiscua.
O poder mantém-se enquanto o ego fica calmo e em silêncio.
 --------------

Se o teu ego se impõe e abusa desse poder
Esse mesmo poder converte-se em veneno,
e todo teu ser se envenenará rapidamente.
-----------------

Fica em silêncio, cultiva o teu próprio poder interno.
Respeita a vida dos outros e de tudo o que existe no mundo.
Não tentes forçar, manipular ou controlar os outros.
Converte-te no teu  próprio mestre e deixa os outros ser que são,
ou o que têm  capacidade de ser.
Dito por outras palavras, vive seguindo a via sagrada do Tao.
 -------------------------


O Universo abençoa-te  sempre!    

2 comentários:

nelinha disse...

"O ego é um desejo profundo de dominar.
O ego é um desejo profundo que diz, 'eu sou mais especial, mais elevado, maior que tu.' O ego não vive e não consegue viver no presente, porque o presente é real e o ego é falso - eles nunca se encontram.
Se o ego é alimentado através da dádiva, nada está a ser dado. O ego não consegue partilhar. O ego nunca consegue ser generoso; isso não é da sua natureza.
A mente que depende de algo externo é o eu falso, o ego. O ego não consegue existir sem adereços, ele quer adereços. Algo tem de o suportar. Assim que todos os adereços forem removidos, o ego cai por terra e desaparece. Mas só quando o ego cai por terra é que a consciência que há em ti se ergue. A consciência é é eterna, intemporal, imortal."
Estou a dizer que o ego não existe! Como é que podem largar algo que não existe? E Buda não disse que o ego tem de ser largado, ele diz que o ego deve ser procurado -- e não o encontrarás, logo ele desaparece. O que podes fazer então -- quando olhas para dentro do teu ser e não encontrares qualquer ego, encontras silêncio lá; nenhum centro auto-dominador como o ego lá? Largar o ego não significa que tens de o largar. Largar o ego é apenas uma metáfora. Significa simplesmente que quando entras adentro, procuras e não encontras nada, o ego desaparece. De facto, até dizer "desaparece" não está certo, pois não existia lá nada em primeiro lugar. É um equívoco."
OSHO
Os Dez Mandamentos dos Índios Nativos Americanos
1 - Trata a Terra e todos que a Habitam com Respeito
2 - Mantém-te Próximo do Grande Espírito
3 - Mostra Grande Respeito pelos Seres Que te Rodeiam
4 - Colabora para o Benefício de Toda a Humanidade
5 - Oferece Assistência e Bondade Onde Necessárias
6 - Faz o Que Entenderes Que Está Certo
7 - Toma Conta do Bem-Estar da Mente e do Corpo
8 - Dedica uma Parte dos Teus Esforços ao Bem Maior
9 - Sê Sempre Sincero e Honesto
10 - Toma Total Responsabilidade Pelas Tuas Acções
"A Humanidade não teceu a teia da vida. Nós somos somente um fio contido nela. O que quer que façamos à teia, fazêmo-lo a nós próprios. Todas as coisas estão ligadas. Todas as coisas se interligam."
~Chefe Seattle, 1854 —

Álvaro disse...

De facto, quando entras dentro de ti é que sentes o GRANDE SILÊNCIO da tua verdadeira consciência...